My practice takes place through the lens of a life-long experience between two continents. Taking form in combined media and explored through time-based analogue compositions: observational drawings, installations and performance.

The impossible idea of building a physical bridge between the northern and southern hemisphere materialises in different projects and collaborations. An imaginary weaved since a child in the late 70s, around the time I began to speak, in Scottish.

The decision to return to my country of birth in 2007 was immediately greeted by the “school of the south”, consolidating the ongoing study of the plural cultures and territorialities of South America.

Projects that interlace art, science and technology have resulted in artistic and academic contributions to the fields of Human-Computer Interaction, social communication, cultural studies, contemporary and community art.

Joaquín Torres-García, 1943 “America Invertida”

My formal training encompasses a BA in Fine Art from Central Saint Martins College of Art (1998 -2001), a foundation diploma from Wimbledon College of Art & Design (1996 – 1997) and further studies in Drawing, Critical Theory and Art History from Parque Lage School of Art in Rio de Janeiro.

Most recently I was awarded a Masters Degree in Culture & Territorialities from the Institute of Art & Social Communication at the Fluminense Federal University of Brasil (2015 – 2017).

Currently, I live and work in London, the city where I grep up myself and bring up my 6-year-old son.

>> Português

Minha prática se dá através das lentes de uma experiência ao longo da vida entre dois continentes. Tomando forma em diferentes mídias exploradas através de composições analógicas baseadas em noções de temporalidades para criar desenhos observacionais, instalações e performances.

A ideia impossível de construir uma ponte física entre o hemisfério norte e sul se materializa em diferentes projetos collaborativos. Um imaginário tecido desde bem criança no fim da década de 70, por volta de quando eu começava a falar, em Escoçês.

A decisão de voltar ao meu país de nascimento em 2007 foi saudada por uma “escola do sul” que tem sido e é um estudo contínuo sobre as as culturas e territorialidades plurais da América do Sul.

Pojetos que entrelaçam arte, ciência e tecnologia resultaram em contribuições artísticas e acadêmicas para as áreas de Interação Humano-Computador, comunicação social, estudos culturais, arte contemporânea e comunitária.
 
Minha formação formal passa por um bacharelado em Belas Artes pela Central Saint Martins College of Art (1998 -2001), um diploma em Arte e Design pela a Escole de Artes de Wimbledon (1996 – 1997) e estudos posteriores em Desenho, Teoria Crítica e História da Arte da Escola de Arte Parque Lage, no Rio de Janeiro.
 
Mais recentemente, concluí o Mestrado em Cultura e Territorialidades pelo Instituto de Arte e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense (PPCULT: 2015 – 2017) com a recomendação de publicar minha dissertação, prevista para 2020/21.
 
Atualmente, moro e trabalho em Londres. Cidade onde eu cresci e agora crio o meu filho de seis anos.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s